Tamanho das abelhas e a produtividade da colmeia – Como aumentar?

Como aumentar o tamanho e produtividade das abelhas e da colmeia

Tamanho das colméias: é possível aumentar?

Temos abelhas no Brasil de duas linhagens distintas que se misturaram, porém, o fator climático faz com que o gene africano predomine. Quando digo duas linhagens, apenas quero dizer uma como representando o continente europeu e a outra como representando o continente africano e suas diferenças bio-comportamentais. As africanas são menores por natureza a ponto de no principio não aceitar a cera alveolada feita para europeias, porém, com os cruzamentos naturais elas passaram a aceitar.

Acontece que quando deixamos as abelhas puxarem a cera de forma natural sem a indução que a cera alveolada determina, elas puxam alvéolos menores, muito em função do fator genético e da tendencia natural de sempre serem menores as abelhas que vão nascendo em alvéolos que diminui a cada nascimento. Os alvéolos puxados de forma natural são de até 22 alvéolos por cada dez centímetros linear, e as ceras alveoladas em sua maioria comercializada no país é de 19 alvéolos por decímetro linear.

Abelhas Grandes

O ideal para nascimento de abelhas grandes é de 17 a 18 alvéolos por decímetro linear. Com esse procedimento as abelhas nascerão grandes, mais largas compridas e mais pesadas, porém, serão grandes as que nascerem nos favos novos que forem de cera de 17 a 18, os favos não trocados nascerão abelhas pequenas, então se você quer 100% de abelhas grandes troque 100% dos favos por cera alveolada de alvéolos grandes, imagine você o produtor de pólen com abelhas de 2 tamanhos na colmeia, umas abastecendo passando pela trampa com pólen pequeno e as outras dizendo não precisa pegar mais não já está abastecido.

Por tanto a resposta é, é possível sim aumentar o tamanho das abelhas, porém o tamanho delas não determinam o tamanho da produtividade por si só. para saber se sua cera é de tamanho ideal, com uma régua meça uma linha de dez centímetros e veja quantos alvéolos tem, sendo se 17 a 18,5 as abelhas nascidas nelas serão de tamanho ideal para coleta de néctar, pólen e própolis.

Como aumentar o tamanho e produtividade das abelhas e da colmeia
Como aumentar o tamanho e produtividade das abelhas e da colmeia

O segredo para aumentar sua produtividade está no manejo das colméias.

1- Aconselha-se a troca de todos os quadros de cera dos ninhos por ano, na medida que o enxame possa puxar a cera e cuidar das futuras crias.

2- Ao colocar a cera no ninho, o apicultor deverá seguir a seguinte ordem: retirar dois quadros do canto, abrir um espaço no centro da colmeia e por os quadros de cera, tomando o cuidado de colocar entre eles um quadro de cria operculado. Os quadros novos devem ficar sempre no meio da caixa, onde é feita o núcleo de cria da colmeia, assim a rainha terá nova base de postura para operários que nascerão maiores que suas irmãs. 50 dias após, ocorrerá a mudança total dos quadros do enxame e este estará com um plantel  de abelhas muito maiores que as anteriores.

3- Só se coloca quadros de cera nas colmeias quando se tem uma entrada regular de alimento. Nunca fazê-lo durante a florada, pois as abelhas não darão tempo para que a rainha bote nestas placas, enchendo-as de mel e provocando um bloqueio de ninho.

4- Na preparação para safras, este manejo pode ser feito quase por inteiro durante a alimentação dos enxames. Quando o enxame estiver com quatro quadros de crias completos, ele aceita e tem condições de trabalhar uma placa de cera; quando atingir seis completos, pode-se introduzir duas de cera.

Alimentação artificial


Durante a alimentação aproveita-se para fazer um severo manejo nos ninhos e substituição dos dos quadros.

– Xaropes: adiciona-se 400 g de açúcar em 1 L de água (não precisa ferver). Caso opte pelo mel, um 1 kg de mel em 9 L de água. Em qualquer destas duas misturas, oferecer às abelhas 60 dias antes das floradas. Ministrar 500 ml deste xarope, individualmente, aos enxames de dois em dois dias. O importante não é o volume e sim a regularidade da entrada do alimento.

– Ração: a oferta de rações para substituição de pólen natural deve ocorrer seguindo a mesma rotina, desde que não haja entrada regular de pólen. As rações secas e dadas em coletivo são extremamente mais eficientes.

 

O desenvolvimento da colmeia não é tão rápido quanto se imagina. Para ter uma ideia, leva-se aproximadamente 6 dias para que se consiga estimular a rainha e acelerar a postura de ovos. Após a postura, gastam-se mais vinte dias até o nascimento das abelhas. As abelhas recém-nascidas, até chegarem na fase de campeiras, demora cerca de 25 dias. Mas o problema não para por aqui. A rainha só botará seus ovos quando dentro da colmeia existir um ciclo completo, ou seja, uma sequência de castas de abelhas, cada qual exercendo suas funções.

 

Fonte: Cursos PT

Publique um artigo no MEL!

Estudiosos, apicultores, cozinheiras de mão cheia e curiosos de plantão, venha fazer parte do Site do Mel!

Comentários em “Tamanho das abelhas e a produtividade da colmeia – Como aumentar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.